Monday, May 02, 2011

são poucas as pessoas
que me puseram nos seus planos.

paciência, eram poucos os planos.

pra te por a par:
eu, hoje, não os peço mais.

eu não proponho mais a rota,
não pergunto o nome da rua,
despreguei o número da casa.

qual era mesmo o ponto?
em que cidade moro?
vê como é diferente uma pessoa que não é presa?

3 comments:

Lubi said...

queria ter a coragem de não ser presa.

Atitude do pensar said...

Somos presos as nossas expectativas, raramente a pessoas.

A viajante said...

Acabei de compartilhar suas ideias lá no meu bloguito...veja...o título é "outra viajante"...adorei!!!