Tuesday, January 09, 2007

Amnésia.

Não esquece que de lá pra cá tem tempo, e tem dias que a gente não se ve e não se fala. E que quando é assim as coisas mudam, que a gente muda e aí não adianta chegar com o sorriso de quando você foi embora. Não esquece que o telefone não toca e o silêncio não cala. Não esquece que a gente chora e grita e jura que nunca vai esquecer de tudo isso pra não acontecer de novo. Não esquece que a gente não dorme umas noites, não come uns dias.
Mas não esquece que depois de tudo isso a gente esquece. E que no fim era o que a gente menos queria ter lembrado.

2 comments:

Alice said...

É Geo, nossa palavra é muito mais fraca do que a gente pensa.
beijo flor

pracchia said...

E não esquece que é assim que se supera.